Histórico do IMDH

O Instituto Migrações e Direitos Humanos (IMDH) foi fundado em 1999, por Ir. Rosita Milesi, Maria Luiza Shimano e Pe. Virgilio Leite Uchoa. Posteriormente, admitiu várias outras pessoas como associadas, ampliando seu quadro como também o leque de projetos e âmbitos de atuação, sempre voltado à finalidade central definida em sua fundação. Pertence à Congregação das Irmãs Scalabrinianas. É uma associação, sem fins lucrativos, de caráter filantrópico, voltada à atenção, assistência e defesa de direitos de migrantes e dos refugiados, inclusive encarcerados, abrangendo: migrantes internos, imigrantes, emigrantes, refugiados e refugiadas e brasileiros retornados.

Com o objetivo de melhor contribuir com a causa à qual se dedica e poder desempenhar a missão de forma mais ampla e abrangente, articulou a Rede Solidária para Migrantes e Refugiados, hoje integrada por aproximadamente 50 instituições.

Recebeu o prêmio Direitos Humanos 2005, e o Prêmio Solidário, em 2006, concedido pelo Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR).

Tem sede na Quadra 7, conj. C, Lote 1, Vila Varjão/Lago Norte – Brasília - DF

Finalidades

  • Prestar assistência jurídica a migrantes e refugiados, com particular atenção às crianças, mulheres, trabalhadores e famílias necessitadas;
  • Promover a reflexão jurídico-social sobre o tema das migrações;
  • Articular-se com organizações governamentais e não governamentais e promover gestões, em instâncias públicas e privadas, visando a promoção e defesa dos direitos dos trabalhadores migrantes e seus familiares;
  • Manter registro, promover a análise e publicar dados e informações sobre migrações internas e internacionais que contribuam para o conhecimento e sensibilização da sociedade sobre assuntos e questões relacionadas à mobilidade humana;
  • Disponibilizar, por meios práticos e eficazes, serviços de informação, esclarecimento e orientação a imigrantes e emigrantes;
  • Oportunizar, sobretudo a migrantes necessitados, o acesso à aprendizagem e ao treinamento em atividades de geração de renda e de inserção no mercado de trabalho e articular formas de apoio a iniciativas de auto-sustento;
  • Promover a integração de migrantes e refugiados e favorecer-lhes oportunidade de realização de atividades de caráter cultural, de suporte à educação, de formação e complementação na dimensão humana, de fé, social e comunitária.

Missão

Promover o reconhecimento da cidadania plena dos migrantes e dos refugiados, no respeito à sua dignidade, atuando na defesa de seus direitos, na assistência sócio-jurídica e humanitária, em sua integração social, e demandando sua inclusão em políticas públicas, com especial atenção às situações de maior vulnerabilidade.

Instituto Migrações e Direitos Humanos